segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Divórcios


Qual será a principal razão para que tanta gente se divorcie?


Falta de paciência um com o outro?


Preferência em viver sozinho?

14 comentários:

. Sofia . disse...

O facebook. lol
Segundo as últimas notícias.

Ana disse...

Eu continuo a achar que é porque se juntam e casam com uma grande facilidade...

Nevoeiro de Verão disse...

Sea:
Experiencia própria: As pessoas hoje em dia têm de estar na disposição de enfrentar os "problemas" de consciencia da sociedade moderna e optarem por seguir o mesmo rumo ou... Ser diferente!
Casos existem aos molhos, a pontapés mesmo quando tens plena confiança na outra pessoa... Hoje existem aqueles que acreditam num amor, outros acreditam momentaneamente num amor, outros... porque sim!
Parte de "ti" se queres ser mais um ou nao!

Abraço e... juízo!

O meu reflexo disse...

Falta de compreensão!!!

Ritinha disse...

Eu acho que é a falta de tolerância e de compreensão! E também a dificuldade em fazer certas cedências...

Soraia B. disse...

Falta de paciência para lutar pelo casamento, e falta de muitas outras coisas.

...Ju... disse...

falta de comunicação!

Bé* disse...

Eu penso que actualmente, as pessoas optam pela forma mais fácil de se resolverem as chatices. Há discussão, divorcia-se!

Melhor assim, dão-me trabalho!:P

mOrFeX disse...

Uma saída "fácil" para um problema difícil! E hoje em dia, as pessoas não querem ter problemas difíceis...

Só sedas disse...

Dificulade em ceder e há minima "eu nao tenho porque aturar isto! Fui!" E pronto, está o caldo entornado...

Madame Frufru disse...

Eu direi: falta de compreensão

Rita disse...

Tal como já disseram, um estudo diz que é o facebook mas eu acredito que seja a falta de paciência, de tempo, de esforço e de luta nas relações. As pessoas, hoje em dia, têm a tendência de dar como garantido aquilo que é provável e depois o fim é o fim da relação

Anira the Cat disse...

Falta de disponibilidade. Falta de vontade. Falta de muitas coisas...

Bjokas

Sofia disse...

Acho que por quem nunca passou pelo problema pode imaginar os mais diversos motivos e muitas vezes nem chegar lá perto. Estando agora a viver de perto uma situação destas posso dizer que não nos passa pela cabeça os problemas que um casal enfrenta até os ouvirmos a falar deles ou os vermos! E é preciso muita coragem para andar para a frente com o divórcio, não é coisa que se tome de animo leve (a não ser claro que nao exista qq tipo de amor na relação!)