terça-feira, 6 de setembro de 2011

' Antes de se deitar, pega no telemóvel para o pôr a carregar. Não há nenhuma mensagem para ler, nenhum envelopezinho a piscar, ou seja, nenhuma novidade. Ufa! Escreve rapidamente: «Estás aí?», enviando a mensagem para Giò. Fica à espera por um minuto. Dois. Depois, encolhe os ombros. «Não faz mal, deve estar a dormir.» Começa a sorrir. «Talvez esteja a sonhar comigo.» Com esse último pensamento, cheio de confiança, enfia-se sob os lençóis e adormece feliz, sem pensar que se já não amamos alguém, não podemos manter uma ligação só porque nos dá segurança ou importância. A nossa independência tem o preço da liberdade e a liberdade só pode ser completa se houver honestidade para connosco e para quem nos amou. '

in Desculpa, mas quero casar contigo
Federico Moccia

Se já tinha adorado o 'Desculpa, mas vou chamar-te amor' este é ainda mais maravilhoso e ainda nem cheguei ao final :) totalmente recomendado! 

* Shell

13 comentários:

Rita Super-Mulher disse...

Fiquei rendida. Quero ler os dois ;D

Megan disse...

Huum, após ao que estou a ler, esses são os próximos :)

Sónia disse...

Adorei! :D,
acho que o vou ler.

Bloguótico disse...

Definitivamente, há quem nasça com o dom da palavra!! :)

Bloguótico disse...

... ou melhor, da escrita!! :)

Sonhadora * disse...

Fantástico!

Palco do tempo disse...

ja li os três livros dele e adorei todos :)

Lady Me disse...

Amei. Quero ler os dois... Tão lindo.!

Beijinho*

Palavra Já Perdida disse...

Parece ser deveras interenssante :)

Ju disse...

ADOROOOOOOOOO! Tenho de ler! Beijo grande*

Marta disse...

bem agora ate fiquei parva e de boca aberta a olhar para o ecrã. simplesmente lindo!
tenho que ler.
beijinhos grandes

Ritinha disse...

Já vi os filmes mas confesso que gostava de ler os livros :D
Beijinho

Girl in the Clouds disse...

Tenho lá os dois livros para ler e não há meio de ter tempo para os ler!! Mas estou desejosa!! kiss