sexta-feira, 20 de agosto de 2010

A viagem do dinheiro *



Hoje ao almoço deu-me para esta divagação sobre dinheiro à conta de ter recebido a minha nota de 5 euros passado dois dias. Maluquice do caneco que me pôs a pensar por onde é que já andou o dinheirinho que tenho na carteira...

Antigamente, quando se podia escrever nas notas era mesmo engraçado ver os poemas, as declarações e melhor, o nome das pessoas e o lugar de onde tinha vindo aquela nota :)

Se pudesse marcava as minhas só para ver se algum dia voltava e trazia companhia das boass, de preferência das roxinhas [ que eu não sou nada pedinchão ] :p

Eu confesso que eu gosto mesmoooo é daquelas notas novinhas saidas da caixo do 
multibanco a cheirar a dinheiro fresco! Ahimmm...

11 comentários:

joana disse...

Sea, eu genericamente gosto de dinheiro. Novo ou não! ahahah :)

Rita disse...

Eu sou da mesma opinião que a Joana -.-'
Pode já ter viajado meio mundo, mas se vem parar à minha mão é bem recebido, sempre! =)

Rainbow disse...

É, eu concordo com a joana! xD

Lia disse...

dinheiro é dinheiro.... não importa d eonde vem, sei que não me fica na carteira muito tempo

A MARZ disse...

De facto é curioso mas só se pensa nisso quando não se tem mais nada que fazer! ahaha

Copas disse...

Passam-me nas mãos notas roxinhas e amarelinhas todos os meses. E verdadeiras! xD

O meu reflexo disse...

Se o dinheiro falasse, de certeza que poderia contar muitas historias!

na america profunda disse...

venham elas serao sempre bem recebidas e prometo que nao as ponho no castigo debaixo do colchao hihi

м♥ disse...

às vezes também me dá para pensar nestas coisas que não lembram a ninguem. isto do dinheiro é algo que também me deixa pensativa...

guida disse...

Também já fiz a mesma pergunta, Sea! É curioso como o nosso dinheiro passa por tantas mãos. No tempos dos escudos conseguia ter moedas com 35 anos de existência ou mais, e por aí vejo que rondou "n" pessoas!

Girl in Motion disse...

ah :O não sabia que agora não se pode escrever nas notas! nunca escrevi em nenhuma, mas seria engraçado saber por onde elas andaram...